quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Uma turma de socorrista pronta para qualquer ocorrência.



 Uma turma de socorrista  
pronta para qualquer ocorrência

·         O Socorrista é a pessoa treinada para prestar os primeiros-socorros; amenizando o sofrimento de outros no local da emergência.
·         O socorrista é treinado para ter acesso à vítima, detectar o que está errado, providenciar assistência de emergência e somente quando necessário, imobilizar a vítima, sem ocasionar maiores danos.
·         O socorrista é normalmente a primeira pessoa treinada a entrar em contato com a vítima. Atualmente o socorrista tornou-se parte importante do sistema de saúde e os cuidados por eles prestados, reduzem o sofrimento e diminuem o número de sequelas ocasionais, salvando muitas vidas.

ATRIBUIÇÕES DO SOCORRISTA

        A primeira atribuição do socorrista no local da emergência, é com a sua própria segurança e da equipe. O desejo de ajudar as pessoas que têm necessidade de atendimento pode favorecer o esquecimento dos riscos no local. Antes de o atendimento começar a pessoa denominada vítima. No momento que o socorrista inicia a atuação, a vítima torna-se paciente. O socorrista tem quatro deveres relacionados ao paciente, que devem ser cumpridos no local da emergência:
a) Ter acesso ao paciente com segurança, utilizando os equipamentos necessários, de acordo com a situação;
b) Identificar o que está errado com o paciente e providenciar a assistência de emergência necessária utilizando os materiais e equipamentos corretos;
c) Elevar ou mobilizar o paciente apenas quando for preciso e realizar tal procedimento sem ocasionar lesões adicionais;
d) Transferir o paciente e as informações pertinentes para a equipe dos Bombeiros ou SAMU.

RESPONSABILIDADES DO SOCORRISTA

a)      Controlar o local do acidente de modo a proteger a si mesmo, a sua equipe, o paciente e prevenir outros acidentes;
b)      Ter acesso ao paciente, mesmo que ele esteja rodeado pela multidão preso no interior do veículo ou no interior do edifício;
c)      Identificar o que está errado com o paciente, utilizando-se das informações obtidas no local e pela avaliação inicial à vítima;
d)     Fazer o melhor possível dentro de sua capacidade, proporcionar uma assistência de emergência nos limites do seu treinamento;
e)      Decidir quando os requisitos de segurança ou de assistência exigem a mobilização ou mudança na posição ou local do paciente. O procedimento deve ser realizado com técnicas que minimizem a possibilidade de lesões adicionais;
f)       Obter ajuda do pessoal presente no local da emergência e controlar suas atividades;

g)      Auxiliar o pessoal do resgate no local da ocorrência e trabalhar segundo sua orientação.
http://www.destakcursosdf.com.br/socorrista/8-1o-socorros-em-caso-de-desmaio

Feliz Aniversário!